4 de ago de 2014

O jeito certo de conhecer mulheres na balada

Conhecer mulheres requer algum talento e dedicação, principalmente se você tiver que se destacar numa balada, que é um lugar repleto de “concorrentes”. Portanto, para conquistar nesse tipo de ambiente, o sujeito precisa ter, acima de tudo, criatividade e um bom papo. Não é só porque é noite, o som tá alto e a bebida está rolando à solta que você vai deixar de caprichar naquele momento de dar uma investida na gata que você está de olho a noite inteira. Neste artigo, você acompanha algumas dicas bastante pertinentes e que poderão te auxiliar nessa hora tão crucial.




1 – Antes de partir para o ataque, observe!
Ou seja, antes de “chegar chegando”, se sentindo o rei da cocada preta, dedique algum tempo à observação. De repente, pode até ser que ela emita alguns sinais, o que vai facilitar bastante na hora de tentar qualquer proximidade. O importante é prestar atenção na garota que está na sua mira, ou você pode cair na gafe de dar em cima de alguém que está acompanhada, ou que demonstra que não está nem um pouco afim de conversar com você, dentre outros problemas. Conhecer uma mulher demanda um pouquinho de tempo também, mesmo na balada.

2 – Invista no que vocês têm em comum
Se vocês estão na mesma balada, entre tantas outras que existem por aí, isso pode ser um forte sinal de que vocês têm bastante coisa em comum. Pode ser a música, o ambiente, o estilo da casa, enfim, não importa. O que importa é que você pode se aproveitar dessas preferências em comum e iniciar uma conversa baseada nisso ao conhecer uma mulher. De repente, o fato de vocês gostarem de uma mesma banda pode ser um bom motivo para iniciar um diálogo que vai durar horas. Use esse fator a seu favor!



3 – Seja respeitoso
Isso mesmo, se deseja conhecer uma mulher, é essencial que seja respeitoso ao se aproximar. E isso significa que, de forma alguma, você deve investir naquelas cantadas bregas e ultrapassadas, do tipo “você é um filé” ou “se ela costuma frequentar o lugar”. Outro grande problema são as cantadas machistas, evite-as simplesmente. As mulheres, no geral, gostam de se sentir importantes, e esse tipo de comportamento pode soar meio “ogro” para esses seres sentimentais. Além disso, a mulher moderna exige respeito e quer um cara que seja habilidoso, também, na conquista.

4 – Troca de olhares.
Uma boa forma de saber se ela está oferecendo alguma abertura para que você possa conhecê-la é investir na troca de olhares. O truque é velho, porém, funciona que é uma beleza! E também é bastante fácil de identificar: se você olhou várias vezes e ela retribuiu, siga em frente. Do contrário, esse pode ser o momento oportuno para você desistir e olhar mais para o lado, afinal, se você está em uma balada, mulheres não devem faltar por lá. Se você percebeu que olhou, ela viu que você olhou e, mesmo assim, não retribuiu: definitivamente, desista enquanto é tempo, ou pode levar aquele toco.

5 – Já ouviu falar de um aplicativo chamado Tinder?
Este se trata de um app dedicado às pessoas que desejam conhecer outras pessoas. Como hoje em dia ninguém desgruda do celular, investir no Tinder dentro da balada pode ser uma boa. O aplicativo informa qual é a distância entre os usuários cadastrados. Dessa forma, pode ser que encontre várias mulheres no mesmo local, e pode acessar as suas fotos e até escolher qual deseja conhecer. Parece coisa de outro mundo, não é? Porém, o Tinder está cada vez mais popular e já virou estratégia de muitas pessoas na balada.

6 – Seja educado.
Quando você vai conhecer uma mulher é essencial que seja educado, pois elas gostam muito de homens elegantes. Portanto, puxar uma cadeira quando ela for sentar e pagar uma bebida, são atitudes pelas quais o público feminino tem verdadeira paixão, e costumam funcionar muito bem. Além disso, evite repetir aquele besteirol que costuma rolar entre os amigos mais próximos, afinal, você está conhecendo ela agora e não vai querer assustar, não é? Homens bem educados, inclusive, fazem parte da tara de muitas mulheres, que se sentem atraídas por alguém que as trata tão bem.

7 – Chame-a para dançar!
Se você já conseguiu vencer a barreira da timidez e conversou com a gata, uma boa opção é chamá-la para dançar. Como ainda vai faltar um certo nível de intimidade, a música em comum pode trazer diversão, além de as músicas mais lentas serem uma perfeita desculpa para vocês ficarem agarradinhos. A música, aliás, é uma grande aliada nas baladas, já que elas conseguem desempenhar diversas funções, como as que já foram citadas, e ainda podem ser a saída quando não há muito o que conversar ou falta assunto entre os dois.

Um comentário: