12 de dez de 2012

Casa que resistia no meio de estrada na China é demolida


Pois é, há pouco tempo um casal de idosos ficaram famosos pelo mundo por não aceitarem a proposta do governo da China para a demolição de sua residência para a construção de uma estrada, mas  no final acabaram cedendo... fiquei triste, sério!

PEQUIM - Autoridades na China demoliram uma casa de cinco andares que estava instalada há mais de um ano no meio de uma nova estrada, tornando-se símbolo da resistência de proprietários chineses diante do acelerado crescimento econômico do país.

A estrada, na província de Zhejiang, foi construída ao redor do imóvel, porque o agricultor Luo Baogen, de 67 anos, recusava-se a sair pela quantia oferecida pelo governo. Segundo ele, a casa tinha acabado de ser construída pelo valor de US$ 95 mil, mas autoridades ofereceram uma compensação de apenas US$ 35 mil. O fazendeiro aceitou uma nova oferta do governo no valor de US$ 41 mil

A casa ganhou o apelido de "casa prego", pois, como um prego teimoso, era difícil de se mover.

- Nunca foi uma solução final para nós a viver em uma casa isolada no meio da estrada. Após explicações do governo, eu finalmente decidi me mudar - disse Luo.

A estrada é um projeto de infraestrutura chave, ligando a cidade de Wenling a uma nova estação ferroviária nos arredores. Luo foi o único proprietário entre 459 famílias a rejeitar os planos de relocação.

Autoridades comumente pressionam moradores para abrir caminho para o desenvolvimento com medidas, por vezes, extremas, como cortar serviços públicos ou demolir o imóvel quando os moradores estão fora. No caso de Luo, sua eletricidade e abastecimento de água ainda estavam em operação na semana passada, segundo jornalistas locais.

A construção de imóveis é um dos maiores condutores do crescimento desenfreado da China nas últimas décadas. Mas o rápido desenvolvimento enfrentou objeções de muitos residentes que foram forçados a sair para dar lugar a novas habitações, fábricas e outras oportunidades de negócios.

Um comentário:

  1. De fato tornou-se um símbolo de resistência. Considerei até alto respeito do governo com seu cidadão, logo a China que some com o pessoal que contesta, reclama, ou tem opinião diferente de seu governo.
    uma pena. Tomara tenha sido mesmo decisão do proprietário. Se não, nada mudou no mundo.

    ResponderExcluir